"Os Portugueses preferiram o equilíbrio político à concentração numa área política.
Os Portugueses optaram pelo equilíbrio político em vez de escolherem a aliança entre a esquerda democrática e a
extrema-esquerda" Paulo Portas sobre a vitória de Marcelo Rebelo de Sousa nas eleições presidenciais.
EM DIREÇÃO
AO FUTURO
Conselho
Nacional Grupo
parlamentar Moção de Rejeição
XXI Governo
João Abreu Lima

João Abreu Lima foi um dos grandes pilares do CDS do Norte de Portugal, um militante da primeira geração do CDS e o autarca que marcou um estilo de proximidade e uma ambição de qualidade que ainda hoje marcam Ponte de Lima e a sua extraordinaria reputação.

A melhor definição que podemos dar sobre João Abreu Lima é a que antigamente definia os maiores de um concelho: era um homem bom. Foi este político exemplar o primeiro a ser escolhido, democraticamente para Presidente de Câmara de Ponte de Lima. Homem de carácter antigo e visão de futuro, desenvolveu a vila mais antiga de Portugal, com empreendedorismo, sem dívidas, com equilíbrio ambiental e sem desastres urbanísticos, ao mesmo tempo preservando as tradições e atraindo a inovação.

O CDS, partido de que João Abreu Lima foi fundador e Deputado, dirigente nacional e autarca, apresenta as suas mais sentidas condolências à Família, aos Amigos e aos Limianos.

Paulo Portas, Presidente do CDS PP

27 de Janeiro de 2016

Maioria absoluta do PSD/CDS nas eleições municipais intercalares de S. João da Madeira.

Ricardo Figueiredo, apoiado pelo PSD e pelo CDS-PP,  foi reeleito presidente da Câmara de São João da Madeira nas eleições municipais intercalares deste domingo.

O presidente reeleito tinha renunciado ao cargo em Outubro do ano passado, por não ter condições para governar com os  bloqueios sucessivos da oposicão maioritária aos projectos apresentados.

 A  coligação PSD/CDS-PP Maioria por São João da Madeira venceu as intercalares com 46,3% e elegendo quatro mandatos.