ENTREVISTA CECÍLIA MEIRELES

ADOLFO MESQUITA NUNES

vice-presidente

EDITORIAL

Uma oportunidade perdida

 

O Governo apresentou o seu Plano Nacional de Reformas (PNR) e o seu Plano de Estabilidade (PE), referentes aos anos 2017 a 2021.

 

Uma vez mais, fazendo oposição veemente, mas de forma positiva, o CDS-PP adotou uma posição crítica, pragmática e construtiva, apresentando diferentes propostas que sugerem um caminho alternativo de futuro para o país.

 

Queremos levar as nossas propostas a votos, queremos que a esquerda leve a votos as suas propostas.

 

O Governo está a desperdiçar um ciclo económico mais positivo para corrigir os desequilíbrios financeiros e as deficiências estruturais da nossa economia evitando adotar um plano de reformas ambicioso e sustentável. Os outros países fazem reformas, avanços, Portugal fica pelo caminho, a reverter tudo, na mão dos sindicatos e das esquerdas.

 

É evidente que a recuperação sustentável do país se dá com a transformação estrutural da nossa economia. Só assim é possível criar as condições necessárias para atrair e criar riqueza para o nosso país, em vez de a deixar fugir para outros países. São essas as propostas que apresentámos, porque é assim que se faz política.

 

NACIONAL
OPINIÃO
PARLAMENTOS
AUTARCAS