﷯ folhacds 18 ABRIL 2017
Nuno Melo intervém sobre a Venezuela -

O Parlamento Europeu debateu, na última sessão plenária, em Estrasburgo, a situação política e económica na Venezuela.

 

Relembrando que a "a Venezuela é um país irmão que acolhe mais de um milhão de portugueses e lusodescendentes", o eurodeputado Nuno Melo sublinhou em intervenção plenária que a Venezuela "vive uma tragédia", onde "faltam medicamentos, comida e pão", onde "falta a luz e a água", "o respeito". Num país onde a criminalidade está descontrolada, num regime à deriva, criticando a extrema-esquerda portuguesa que prefere ficar do lado das "derivas ditatoriais em vez de se pronunciar a favor da democracia", o deputado europeu pediu que os Venezuelanos acreditem na sua luta, uma luta justa, enviando palavras de força e esperança.

O eurodeputado Nuno Melo marcou ainda a agenda no Parlamento Europeu com a aprovação, em sessão plenária, do relatório relativo à aplicação das disposições do acervo Schengen sobre o Sistema de Informação de Schengen na República da Croácia, do qual tinha sido nomeado relator. O Sistema de Informação Schengen foi criado para ajudar a manter a segurança interna dos Estados Schengen, na ausência de controlos nas fronteiras internas. Trata-se de um sistema de informação de grande escala e constituiu um dos pilares da cooperação judicial, dando, simultaneamente, um importante contributo para a proteção das fronteiras externas do espaço Schengen.