// AUTARCAS Metro de Lisboa: “Pura cobardia!” _

Terminou a 22 de Agosto o curto período de consulta pública sobre a projetada linha circular do metro de Lisboa, que ligará o Rato ao Cais do Sodré, passando pela Estrela e por Santos. Esta opção tem sido profundamente criticada do ponto de vista técnico – “e esperamos que a consulta reflita também esses contributos”, afirmou a vereadora do CDS Assunção Cristas – que prossegue “e do ponto de vista político, uma vez que não ajuda em nada a retirar da cidade os cerca de 400 mil veículos que todos os dias dão entrada em Lisboa.

 

Há um consenso alargado a todos os partidos – que o CDS liderou quando fez disso uma das principais bandeiras na campanha eleitoral de Lisboa e mereceu uma moção votada por unanimidade na CML- quanto à prioridade de alargamento da rede de metro para ocidente, de forma a cobrir as zonas de Alcântara, Ajuda, Belém e chegar a Algés. “Quando os recursos financeiros são escassos”, disse Assunção Cristas, “não se compreende a insistência do Governo, com a conivência do Presidente da CML, em dar prioridade à linha circular. Que usem o tempo de verão para a consulta pública, é pura cobardia!”.

 

 

 

 

﷯ folhacds 19 SETEMBRO 2018