// PARLAMENTOS CDS garante igualdade e transparência no acesso à administração pública regional // ALRAA

No âmbito da discussão do procedimento concursal para a administração pública regional, o CDS propôs que a prova de conhecimentos a realizar, quando assuma a forma escrita, seja efetuada após sorteio, realizado na presença dos candidatos, de três propostas de prova fechadas em envelope branco e opaco.

 

A proposta do CDS, aprovada pela maioria socialista, é um passo em frente na transparência e credibilidade da administração pública regional e garante a igualdade concursal de todos os açorianos interessados.

 

Para o presidente do Grupo Parlamentar do CDS, Artur Lima, o que está aqui em causa é que o “haja o máximo de transparência e o máximo de isenção nos concursos públicos de acesso à administração pública regional”.

 

O CDS deu o seu contributo e congratula-se que o PS tenha aceitado a proposta do CDS, que, no entendimento de Artur Lima, “vem tornar mais transparente os concursos públicos na Região”, sendo que “ficam a ganhar todos os açorianos, a classe política que se credibiliza, os membros do júri que ficam mais salvaguardados e os concorrentes que ficam com a garantia de ter o concurso o mais isento possível”.

 

﷯ folhacds 29 OUTUBRO 2018